Definições 

Diatônica: escala que mistura tons e semi-tons (do, ré, mi, fá, sol, lá, si, por exemplo).

Cromática: escala que oferece apenas semi-tons (do, do#, ré, ré#, mi, fá, fá#, sol, sol#, lá, lá#, si, por exemplo).


Veja abaixo as definições de cada harmônica, com referência nas escalas acima.


Diatônica 




  • A harmônica  diatônica é a preferida dos bluesmen, porém também utilizada no reggae, no folk americano e no country;
  • Possui dez orifícios, comumente;
  • Dez notas sopradas e dez notas aspiradas;
  • Geralmente o harmonicista possui doze harmônicas deste modelo, cada uma em um tom (existem 12 tonalidades maiores);
  • Alguns harmonicistas desenvolveram habilidade para tocar em apenas uma harmônica em DÓ o que se toca em doze, ou seja, são virtuoses do instrumento em sua técnica diferenciada;
  • A escala do, ré, mi, fá, sol, lá e si está disponível três vezes no modelo em DÓ maior (representado pela letra "C") -  grave, médio e agudo, porém, algumas notas estão "escondidas", podendo ser alcançadas apenas com uma técnica chamada "Bend";
  • Outras notas, além das mencionadas acima, também estão "escondidas", podendo ser alcançadas apenas com uma técnica avançada chamada "overblow" e "overdraw" - é o que se diz da "cromatização da harmônica diatônica" - veja o dicionário, se necessário.
Ouça a diatônica nos vídeos abaixo:
  
  
  
  
  
  
  
  

Cromática 


  • A harmônica  cromática é a preferida por muitos jazzistas e instrumentistas de bossa nova, mpb e chorinho. O tango também é benvindo neste instrumento, que com certa técnica assemelha-se ao acordeon ou ao bandoneon;
  • Possui dez, doze, quatorze ou dezesseis orifícios, de acordo com o modelo;
  • É a "gaita da chave" - possui um recurso mecânico que pode ser chamado de chave, registro, etc. Através deste mecanismo é possível acessar todas as notas do teclado de um piano (teclas brancas e pretas);
  • Na harmônica cromática de doze orifícios (a mais comum), temos doze notas sopradas, doze notas aspiradas, doze notas sopradas com a chave apertada e doze notas aspiradas com a chave apertada, totalizando 48 notas (vozes);
  • Geralmente o harmonicista possui apenas uma cromática em dó (C), desenvolvendo todos os tons em apenas uma harmônica;
  • A escala do, ré, mi, fá, sol, lá e si está disponível três vezes no modelo em DÓ maior (representado pela letra "C") -  grave, médio e agudo;
Ouça a cromática nos vídeos abaixo:
  
  
  
  
  
  
  
  

Outros tipos/Modelos

Além da diatônica e a cromática existem vários outros modelos, como a gaita baixo, a vineta, a harmonetta e assim por diante.

Cada fabricante possui uma variedade de modelos que desenvolveu durante sua história. Hoje podemos dizer que a Suzuki possui ainda em linha vários modelos interessantes, como as gaitas-baixo e as gaitas de acorde. A Hering Harmônicas, brasileira, também podemos mencionar, por suas "gaitas-carambola", gaitas trêmolo, etc.

Para obter mais informações, entre no site das respectivas fábricas.

Nos vídeos abaixo você verá alguns modelos dos mencionados.